Idas e Voltas – Por Velho Marujo

pano-13

Filho volta!

Vi tuas idas

Alegrei-me com tuas voltas

Voltei-me para ti

Quando tu de mim

Te afastas-te.

Derramei-me em lágrimas

Quando vi teu rosto

Molhado e distante.

E se distanciei-me

Foi para que com a tristeza

Da tua partida

Pudesse dançar ao ver

Teus pés sujos

Correrem ao meu reencontro.

Volta!

Ainda que esta volta

Dure apenas o tempo

De outra ida,

A cada vinda sua

Uma saudade a menos se vai.

E a cada nova partida

Um sonho a mais aparece,

O sonho de ver-te

Voltar outra vez

Aos cuidados de teu Pai.

Amo-te.

E amar para mim

É mais que as flores

Que vós homens presenteiam.

Amar é despetalar

A primavera das flores

Para fazer dos espinhos,

A coroa do rei

Que dá a sua vida

Por amor aos servos seus.

Volta!

Ainda que esta volta

Dure apenas o tempo

De outra ida.

Ainda que esta ida

Seja a morte do teu cantar

Ainda que por essa partida

Não mais te veja voltar.

Velho Marujo
Anúncios

5 Respostas para “Idas e Voltas – Por Velho Marujo

  1. Voce, filho pródigo, então! Não sei como consegue essas “Idas e Voltas”, acho tão difícil recomeçar, muito mais que começar… Ele não desiste de nós, nunca, é Amor incondicional… Volta pra valer!.

    Feliz Natal, cheio de luz, para voce e toda família.

    Abraços. Marli.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s